InícioCidades‘La Niña’ em Goiás: estado terá ventos fortes, chuvas irregulares e entra...

‘La Niña’ em Goiás: estado terá ventos fortes, chuvas irregulares e entra em alerta de baixa umidade

A primavera no Brasil começou em 22 de setembro e, pelo terceiro ano consecutivo, está sendo influenciada pelo fenômeno La Niña. Isso significa que algumas regiões, incluindo o estado de Goiás, terão mais chuvas, enquanto outras enfrentarão um período de estiagem.

De acordo com o Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (Cimehgo), o tempo permanecerá estável, com temperaturas elevadas e umidade relativa do ar baixa até a próxima quinta-feira (20). A partir de sexta-feira (21), uma frente fria deverá quebrar o padrão estabelecido pela massa de ar seco e quente. Com isso, serão formadas áreas de instabilidade, com pancadas de chuvas que podem vir em forma de tempestades.

O Cimehgo também emitiu um alerta para esta segunda-feira (17), sobre a possibilidade de temperaturas elevadas e baixa umidade relativa do ar no estado. O período chuvoso não começou em Goiás e, por isso, está havendo essa variação entre períodos secos e nublados. “Tivemos as primeiras chuvas, mas elas não chegaram definitivamente. O período chuvoso ainda não se consolidou, isso vai acontecer quando tivermos períodos com mais chuvas, mas agora o tempo está dinâmico”, explicou o gerente do Cimehgo, André Amorim. 

O que é o La Niña?

O La Niña é um fenômeno natural que ocorre a cada dois ou sete anos e tem duração de nove a 12 meses. Neste ano, no entanto, ele acontece pela terceira vez consecutiva. 

O fenômeno é caracterizado pelo resfriamento anormal das águas do oceano Pacífico, e provoca aumento no volume de chuvas nas regiões norte e nordeste, já os estados do Sul registram calor intenso e seca severa. Os efeitos do La Niña variam no Centro-Oeste e no Sudeste, sendo que o mais recente provocou chuvas intensas e queda das temperaturas nessas regiões.

Fonte: O Popular

POSTAGENS RELACIONADAS
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

MAIS LIDAS DA SEMANA