InícioNotíciasPMs agridem jovem com chutes, socos e cassetete em festa de Alvorada...

PMs agridem jovem com chutes, socos e cassetete em festa de Alvorada do Norte-GO; vídeo

Um vídeo mostra o momento em que ao menos cinco policiais militares cercam um homem caído no chão e o agridem com socos, chutes e golpes de cassetete. O caso aconteceu em uma festa em Alvorada do Norte, município no Nordeste goiano, na última sexta-feira (21). De acordo com a irmã da vítima, a confusão teria começado após o rapaz, de 19 anos, ter se desentendido com um conhecido no local. A Polícia Militar abriu procedimento para apurar o caso.

Nas imagens, é possível ver os militares agredindo o jovem com vários golpes de cassetete. Alguns deles o chutam, enquanto uma amiga dele, que estava com um bebê de colo, tenta conter os PMs.

Em um dado momento, o jovem consegue se levantar e correr, mas os policiais o alcançam e um deles dá um golpe “mata-leão” no rapaz.

A irmã do jovem contou que ele estava junto com amigos e outros familiares na festa da cidade, a Alvorada Folia, quando se desentendeu com um conhecido. Durante a briga, o jovem, ainda segundo a irmã, teria desferido um soco no rosto do homem, que deixou o local prometendo voltar com um amigo para matá-lo.

A mulher relatou ainda que, logo depois, os policiais chegaram e começaram a agredir o jovem. “Eles chegaram por trás já enforcando, e meu irmão revidou. Foi daí que vieram outros”, disse.

Segundo ela, seus tios também foram atingidos por golpes de cassetete ao tentarem intervir pelo sobrinho.

Jovem recebeu alta

Logo após as agressões, a irmã do rapaz conta que os policiais o “arrastaram como um animal” até uma ambulância, que o levou desacordado ao hospital.

O rapaz foi internado e submetido a exames de raio X, que não identificaram nenhuma lesão interna. Ele recebeu alta no dia seguinte, sábado (22), mas ficou com hematomas por todo o corpo.

A família do rapaz informou que vai registrar um boletim de ocorrência ainda nesta segunda-feira (24).

A reportagem entrou em contato com a Polícia Militar, que informou, em nota, ter determinado a abertura de um Procedimento Administrativo para apurar as circunstâncias do caso. A corporação, que destacou ter sido acionada para atender “ocorrência envolvendo uma briga generalizada”, reiterou que não compactua com nenhum tipo de desvio de conduta e que o caso será apurado com o devido rigor.

Fonte: O Popular

POSTAGENS RELACIONADAS
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

MAIS LIDAS DA SEMANA